• O projeto foi desenvolvido com objetivo de integrar o bairro da Mooca, pois naquela área contemos barreiras físicas como o trilho de trem e o Rio Tamanduateí que limitam o acesso de um lado para o outro fazendo com que áreas fiquem sem movimentação e com poucos usos. E através dessa integração recuperar o Rio Tamanduateí e resgatar a história da Mooca que é tão importante para São Paulo.<br>A base dessa proposta está em torno de três pilares: Meio ambiente, Acessibilidade e História. <br>Para o Meio ambiente foi pensando em um bairro sustentável, com muitas áreas verdes espalhadas e um grande parque linear em torno do Rio. Acreditamos que essas praças e áreas ao ar livre acessíveis com campos de futebol, quadras, pista de caminhada e bicicleta e locais para banho de sol trará um novo olhar para a Mooca, valorizando – a como não apenas um bairro sustentável, mas também interativo.  <br>Na acessibilidade nossa proposta foi a restruturação das vias, onde aumentamos pontes e acessos de um lado ao outro do trilho do trem, além do rebaixamento da avenida do estado e do fura fila que trouxe a possibilidade do parque linear existir, deixando o local mais limpo visualmente. Mas também com pontos de ônibus estratégicos, trem e a maior proposta foi o transporte hidroviário que irá até então do Parque Dom Pedro até o terminal na Mooca, trazendo um novo uso Rio Tamanduateí.<br>Para os pedestres propomos não apensas o alargamento de Calçadas, mas também foram criadas passarelas de um prédio ao outro. Pensamos em um conceito em que as pessoas poderiam morar e trabalhar no mesmo bairro, assim a Mooca tornaria–se bairro misto. <br>Para resgatar a História da Mooca trouxemos usos para os galpões tombados ali existentes. Queríamos que o que estivesse nos galpões trouxessem para o bairro uma característica de uma área 24 horas, onde tanto de dia quanto a noite haja movimentação. Então pensamos e decidimos criar ali UBS, Biblioteca, Fatec, Comércios, Museu, Centro Cultural, Faculdade, Residência Estudantil e também no seu entorno áreas mistas com residências e comércios.<br>Esse novo conceito urbanístico, deixará não só a Mooca mais segura por conta do grande fluxo de pessoas visitando o bairro, estudantes das faculdades e trabalhadores das empresas ali existentes. Mas trará a valorização e vida novamente para área, onde as pessoas que irão visitar o museu contanto a história dessa nova Mooca, e poderão presenciar tanto as edificações antigas restauradas, como as novas e acessíveis.<br><br>
    O projeto foi desenvolvido com objetivo de integrar o bairro da Mooca, pois naquela área contemos barreiras físicas como o trilho de trem e o Rio Tamanduateí que limitam o acesso de um lado para o outro fazendo com que áreas fiquem sem movimentação e com poucos usos. E através dessa integração recuperar o Rio Tamanduateí e resgatar a história da Mooca que é tão importante para São Paulo.
    A base dessa proposta está em torno de três pilares: Meio ambiente, Acessibilidade e História.
    Para o Meio ambiente foi pensando em um bairro sustentável, com muitas áreas verdes espalhadas e um grande parque linear em torno do Rio. Acreditamos que essas praças e áreas ao ar livre acessíveis com campos de futebol, quadras, pista de caminhada e bicicleta e locais para banho de sol trará um novo olhar para a Mooca, valorizando – a como não apenas um bairro sustentável, mas também interativo.
    Na acessibilidade nossa proposta foi a restruturação das vias, onde aumentamos pontes e acessos de um lado ao outro do trilho do trem, além do rebaixamento da avenida do estado e do fura fila que trouxe a possibilidade do parque linear existir, deixando o local mais limpo visualmente. Mas também com pontos de ônibus estratégicos, trem e a maior proposta foi o transporte hidroviário que irá até então do Parque Dom Pedro até o terminal na Mooca, trazendo um novo uso Rio Tamanduateí.
    Para os pedestres propomos não apensas o alargamento de Calçadas, mas também foram criadas passarelas de um prédio ao outro. Pensamos em um conceito em que as pessoas poderiam morar e trabalhar no mesmo bairro, assim a Mooca tornaria–se bairro misto.
    Para resgatar a História da Mooca trouxemos usos para os galpões tombados ali existentes. Queríamos que o que estivesse nos galpões trouxessem para o bairro uma característica de uma área 24 horas, onde tanto de dia quanto a noite haja movimentação. Então pensamos e decidimos criar ali UBS, Biblioteca, Fatec, Comércios, Museu, Centro Cultural, Faculdade, Residência Estudantil e também no seu entorno áreas mistas com residências e comércios.
    Esse novo conceito urbanístico, deixará não só a Mooca mais segura por conta do grande fluxo de pessoas visitando o bairro, estudantes das faculdades e trabalhadores das empresas ali existentes. Mas trará a valorização e vida novamente para área, onde as pessoas que irão visitar o museu contanto a história dessa nova Mooca, e poderão presenciar tanto as edificações antigas restauradas, como as novas e acessíveis.

  • Rio Tamanduateí
    Rio Tamanduateí
  • Tipologias residenciais propostas
    Tipologias residenciais propostas
  • Vista parque Linear e integração com os galpões Tombados
    Vista parque Linear e integração com os galpões Tombados